top of page

Um teste de cuidado canguru na amamentação de bebês prematuros



Objetivo: Testar os efeitos do cuidado canguru (KC) nos resultados da amamentação em bebês prematuros em comparação com dois grupos de controle e explorar se as características materno-infantis e a escolha da mãe em usar o KC estavam relacionadas às medidas de amamentação.


Desenho: Análise secundária de um estudo multisite, estratificado, randomizado de três braços. Os grupos de tratamento usaram KC, intervenção auditivo-tátil-visual-vestibular (ATVV) ou receberam informações sobre cuidados com bebês prematuros.


Local: Unidades de terapia intensiva neonatal de 4 hospitais nos Estados Unidos de 2006 a 2011.


Participantes: Mães com diversidade racial (N = 231) e seus bebês prematuros nascidos com peso inferior a 1.750 g.


Métodos: As mães e seus bebês foram inscritos assim que os bebês não estivessem mais gravemente enfermos, pesassem pelo menos 1.000 ge pudessem ser segurados com segurança fora da incubadora pelos pais. Os participantes foram instruídos por enfermeiras do estudo; aqueles alocados nos grupos KC ou ATVV foram solicitados a se envolver nessas interações com seus bebês por um mínimo de 3 vezes por semana no hospital e em casa até que seus bebês atingissem a idade de 2 meses ajustada para prematuridade.


Resultados: a amamentação ao seio durante a hospitalização, a duração da amamentação pós-alta e a exclusividade da amamentação após a alta hospitalar não diferiram estatisticamente entre os grupos de tratamento. Independentemente da designação do grupo, as mulheres casadas, mais velhas e com maior escolaridade tinham maior probabilidade de amamentar durante a hospitalização. As mães que praticavam KC, independentemente do grupo alocado aleatoriamente, eram mais propensas a fornecer seu leite do que aquelas que não praticavam. A duração da amamentação foi maior entre as mulheres com maior escolaridade.


Conclusão: Conforme implementado neste estudo, a atribuição ao grupo KC não pareceu influenciar os resultados medidos da amamentação.


Tully KP, Holditch-Davis D, White-Traut RC, David R, O'Shea TM, Geraldo V. A Test of Kangaroo Care on Preterm Infant Breastfeeding. J Obstet Gynecol Neonatal Nurs. 2016 Jan-Feb;45(1):45-61. doi: 10.1016/j.jogn.2015.10.004. Epub 2015 Nov 25. PMID: 26815798; PMCID: PMC4730116.


0 visualização0 comentário
Banner-Sidebar-Residencia-402x1024.jpg
Banner-Sidebar-Revalida-402x1024.jpg
Banner-Sidebar-Atualizacao-402x1024.jpg
MedFlix Zaza.png
bottom of page