top of page

Doença de Krabbe; lipidose galactosilceramida; leucodistrofia de célula globoide

A Doença de Krabbe é uma doença hereditária autossômica recessiva, o que significa que a criança deve herdar duas cópias do gene defeituoso - uma de cada progenitor - para desenvolver a doença. Os portadores de apenas uma cópia do gene defeituoso são saudáveis, mas podem transmitir o gene para seus filhos.



A doença de Krabbe é uma esfingolipidose, uma doença metabólica hereditária, que causa retardo, paralisia, cegueira, surdez e paralisia pseudobulbar, evoluindo até a morte. A doença de Krabbe é causada por uma deficiência da galactocerebrosidase beta-galactosidase, autossômica recessiva. Há quatro formas: infantil, infantil tardia, juvenil e adulta.

Afeta lactentes e é caracterizada por retardo, paralisia, cegueira, surdez e paralisia pseudobulbar progressiva até a morte.

O diagnóstico da doença de Krabble é por análise de DNA e/ou detecção da deficiência enzimática nos leucócitos ou cultura de fibroblastos da pele.

Como o transplante de medula óssea ou células-tronco prolonga a expectativa de vida e melhora as habilidades funcionais das crianças com a forma infantil ou infantil tardia, às vezes realiza-se exame pré-natal ou rastreamento neonatal (atualmente disponível em 10 estados norte-americanos).

O tratamento da doença de Krabbe é de suporte.

Informações adicionais

O recurso em inglês a seguir pode ser útil.

Por Matt Demczko , MD, Mitochondrial Medicine, Children's Hospital of Philadelphia Avaliado clinicamente out 2021 | modificado nov 2021

22 visualizações0 comentário
Banner-Sidebar-Residencia-402x1024.jpg
Banner-Sidebar-Revalida-402x1024.jpg
Banner-Sidebar-Atualizacao-402x1024.jpg
MedFlix Zaza.png
bottom of page